quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Eu faço a Diferença para os animais!

Oi super amigos e amigas que seguem meu blog e aqueles que visitam.
Hoje eu estou muito, mas muito feliz mesmo!
Recebi da ONG de Caçapava- SP um e-mail que falava sobre um projeto que acaba definitivamente com o sofrimento e abandono de nossos amados animais.
Tudo que me leve a uma solução eu leio, e confesso que até hoje nunca tinha me surpreendido com uma solução tão simples e tão eficiente como esta.
O Sr. José Franson de  Tatuí - SP, foi quem desenvolveu e terminou o projeto há apenas uns dias.
Que Deus o abençoe muito!
Eis o resumo do projeto:

Projeto “Postos Veterinários de Proteção aos Animais”

Solução definitiva para o sofrimento dos animais abandonados


RESUMO 

1 - A execução do projeto postos veterinários de proteção aos animais soluciona definitivamente o sofrimento dos animais abandonados, sem aprisionar nem matar animais nos canis municipais CCZ - Zoonoses. 

2 - O modelo de gestão atual baseado nos canis municipais CCZ, aprisionando inocentes em masmorras, são medievais, ultrapassados, antiéticos, incompatíveis com sociedades civilizadas. Os abrigos de Ongs e particulares estão todos lotados, não representam solução definitiva. 

3 - O projeto prevê três iniciativas para atingir o objetivo. 


A - “Esterilização inicial de ajuste” planejada geograficamente, em curto espaço de tempo, de 80 % das fêmeas de cães e gatos do município, inclusive área rural. Levantamento pré-execução e acompanhamento permanente, matemático e eficaz após o final das esterilizações, evitando que o abandono volte. Limitando os nascimentos haverá poucas ‘sobras’, sendo fácil encontrar adotantes para os poucos abandonados. 

B - “
Postos veterinários de proteção aos animais”, Apenas um veterinário e um auxiliar. Um posto simples para cada 25 mil habitantes humanos do município. Fará consultas veterinárias gratuitas e múltiplas ações para evitar os maus-tratos. Será um protetor de animais profissionalizado. Fará controle permanente e eficaz em sua área, resgatando animais em situação de risco e encaminhando-os para ‘lares provisórios’ (protetores de animais, Ongs) cadastrados, para criteriosa adoção. 

C -
 Participação da comunidade através de protetores e Ongs da área, nos programas de conscientização em escolas, adoção de animais resgatados, busca de animais perdidos, etc. 

4 - Por que a Prefeitura deve executar o projeto “Postos Veterinários de Proteção aos Animais” 

A -
 Economizar dinheiro do contribuinte - Animais abandonados exigem estrutura física e de pessoal para resgate, administração, veículos, tratamento e encaminhamento para adoção, etc. Reduzindo em os resgates ao mínimo, haverá considerável diminuição de gastos e principalmente não haverá aumentos futuros, considerando as leis já existentes ou que serão em breve aprovadas em todo Brasil, proibindo os municípios matar os animais recolhidos. Redução de gastos com milhares de cães e gatos resgatados das ruas em situação de risco, mantidos por protetores autônomos em abrigos particulares. Por lei os Prefeitos devem pagar os gastos com ração, medicamentos e veterinários. Despesas com atendimento médico a humanos vítimas de acidentes envolvendo animais serão minimizadas. Redução a quase zero de despesas médico hospitalares para tratamento de Zoonoses que podem ser transmitidas por animais de rua, como leishmaniose, raiva, tuberculose, toxoplasmose, leptospirose, doenças de pele como as micoses, verminoses, entre muitas outras. 

B -
 Respeito as leis - A lei define o Prefeito como tutor legal dos animais abandonados do município, sendo legalmente responsável por suas vidas e bem estar. A esterilização é o único meio eficaz para evitar a proliferação indesejada. Em muitos municípios onde o Judiciário foi acionado, para evitar sanções legais, os Prefeitos fizeram ajustes de conduta com o Ministério Público, que necessariamente incluíram projetos de esterilizações. Autoridade legal respeita animal. 

C - 
Ética - O interminável sofrimento vivido pelos animais abandonados, frutos da crueldade de humanos sem coração nem ética, conduz o prefeito, tutor legal dos animais não domiciliados que vivem no município, a iniciativas visando minimizar tais atrocidades. A esterilização, regulando a natalidade, evita os abandonos. Os atendimentos clínicos nos postos amenizarão o sofrimento dos animais que adoecem e que de outra maneira não receberiam atendimento veterinário. Os maus tratos a animais deixarão de continuar impunes. Os programas de conscientização ajudarão a tornar nossa sociedade menos violenta. A dor é igual no homem e no animal. 

D - 
Evitar acidentes - Muitas mortes e traumas serão evitados, resultados de acidentes com animais nas ruas e rodovias. 

E - Saúde Pública – Animal abandonado tem suas defesas imunológicas diminuídas pela fome, tristeza e solidão, sendo presa fácil para inúmeras doenças, que podem transmitir a outros animais e a nós humanos. A leishmaniose é caso típico estando presente em muitas cidades, causando vítimas fatais que podem ser evitadas. Diminuindo o abandono a níveis mínimos, o projeto “postos veterinários de proteção aos animais” ameniza muito os riscos de transmissão de leishmaniose e da raiva, que é a doença de maior preocupação pública, assim como da tuberculose, toxoplasmose, leptospirose, doenças de pele como as micoses, verminoses, entre muitas outras, tornando os cidadãos muito mais protegidos, prioridade de todos os Prefeitos. 

5 - 
Quem será beneficiado 

A - Benefícios para os animais - As esterilizações diminuem muito os riscos de doenças uterinas, do sistema reprodutor e câncer de mama, etc. O cruel e bárbaro abandono será minimizado. As consultas nos postos aliviarão o sofrimento dos doentes, que atualmente não são atendidos por veterinários, padecendo sem nenhum atendimento. Os maus tratos a animais serão desestimulados pelo encaminhamento as autoridades competentes dos casos verificados. 

B -
 Benefícios para os Veterinários - Abertura de imensa área de trabalho para veterinários. A distribuição da cartilha sobre esterilização e posse responsável, aumentará consideravelmente o número de consultas nas clínicas particulares. Diminuirá o socorro gratuito prestado a animais trazidos por protetores autônomos. Aumento nas consultas. Serão feitas sugestões de encaminhamento a veterinários particulares se identificadas doenças durante as “esterilizações iniciais de ajuste”. Os projetos de conscientização aumentarão as consultas nos consultórios particulares, e principalmente terão a consciência tranquila por saber que a crueldade vivida pelos animais abandonados, a quem dedicam atenção incondicional, estará minimizada. 

C - 
Benefícios para a Prefeitura - Economia com resgate, alojamento, tratamento e encaminhamento para adoção dos animais. Gastos com a manutenção de milhares de animais nos abrigos particulares irá diminuir. Cidade mais limpa. População com menos riscos a doenças contagiosas. Visitantes voltam e recomendam cidade que trata bem o animal. 

D - 
Benefícios para o Prefeito - Aumento da credibilidade na opinião pública. Deixar marca histórica na administração. Evitar desgastes judiciais desnecessários. Consciência tranquila por saber que fez o possível para minimizar a crueldade vivida pelos animais abandonados. A população reconhece o exercício prático da ética. 

E - 
Benefícios para os Protetores de animais - O sonho mais acalentado por todos protetores é ver o fim do abandono. Será possível dar atenção digna aos abrigados. Não irão mais chorar, com o coração apertado pela compaixão e preocupação, ao resgatar mais um, mesmo sabendo que não existem mais espaço nem dinheiro em suas casas. 

F -
 Benefícios para todos - Menos violência, a crueldade com animais é incentivadora de padrões violentos. Mais saúde, com o efetivo controle de agentes que podem ser transmissores de doenças. Mais dignidade, o valor de uma cidade pode ser medido pela maneira como trata seus animais.
Fonte - Blog 'Família amigos dos animais' 

Leia o projeto completo
 - "Projeto postos veterinários de proteção aos animais"

Como você pode convencer o Prefeito a executar o projeto em sua cidade.
 - Manual como iniciar uma ‘família amigos dos animais’

Eu recebi isso por e-mail, e tomei a liberdade de postar aqui, mas acessem o Blog, leiam na íntegra o projeto, é simples, é fácil, é BOM! vai funcionar se cada um de nós que amamos os animais fizermos nossa pequena parte!
Eu ja vou dar início na minha "Família amigos dos animais".
Abraços!

Um comentário: